Brink: Bethesda libera trailer de lançamento

Por Vivi Werneck

Brink chegará aos EUA em 10 de maio e no dia 13 de maio à Europa. O shooter estará disponível para PS3, Xbox 360 e PC e, segundo seus criadores, tem como objetivo criar “algo diferente” para os jogos de tiros que, convenhamos, carecem de novidades revolucionárias ultimanente.

Dentre essas possíveis novidades, a Bethesda promete que o game terá exatos 102.247.681.536.000.000 (mais de 102 quatrilhões) de possibilidades na hora da criação de personagens (OMG!). Brink também terá a presença de 26 mil linhas de diálogo no jogo, 4.500 sons diferentes para as armas, 45 formas de morrer (Oh Hell Yes!) e 4.963 combinações de equipamento.

A história do jogo é… Ah, quem precisa de história num jogo como esse? rs. Mas enfim, em Brink é possível escolher entre os soldados de segurança de “Ark” ou tropas rebeldes. Você terá que decidir a qual facção irá pertencer e se irá tentar invardir a “Ark” ou protegê-la da invasão rebelde. O mais do mesmo de sempre, salvo algumas novidades…

18 thoughts on “Brink: Bethesda libera trailer de lançamento

  1. Tenho curiosidade em testar brink , mas esse video ae me pareceu diferente … deve ser divertido mas nao serio , nao sou muito fan de jogos que possuem armas irreais e nao sei se brink é assim … se for para jogar mais serio meu tempo será gasto no MAG , achei esse brink meio zuadao , é mais para dar risada doque para ser serio .
    acho que todos os jogos devem ter DEMO ou modo TRIAL mesmo para testar antes de comprar , meu dinheiro nao é capim nao 😛 , gastar meu tempo com MAG enquanto nao aparece jogo a altura , e axo que nem chegará tao rapido .

    1. Realmente. Esse jogo pareceu ser mais estilo “zoado” como você diz. Lembra um pouco até o Team Fortress, só que com gráficos menos “desenho animado”. Porém ainda me chamou a atenção; quero testar.

      Mas é aquela coisa; esperar sair o trial pra avaliar o jogo. Meu dinheiro também não é capim. Hahaha.
      E como todo bom filho único, espero que tenha um bom story mode pra quando os amigos não estão na LIVE ou enquanto não rola outra lan party. Hehehe.

  2. Vamos ver se a Bethesda realmente fez um bom game ou se só estão de “brinks” com a gente (piada tosquíssima qualidade tabajara mode on rsrs).

  3. Concordo com vc Bebs…acho q tem muita “seriedade” nos FPS de hoje(não desmerecendo o modo Campanha dos COD da vida)
    Os fatores diversão e inovação tambem tem q serem levados em conta, principalmente no modo Multiplayer. É só pra tirar as “rugas de cara feia” q tem o FPS hoje.

    PS:Quero jogar logo Duke Nukem Forever(nessa vida ainda…)e clamo por um Modern Warfare 3…

  4. Brink utiliza o 1st person parkour de Mirror’s Edge com adição de armas de grande porte. Muito interessante. Também gostaria muito que todos os jogos tivessem um trial pra que a gente não acabasse jogando dinheiro fora em algumas compras tipo Homefront…

  5. A única coisa dizer é que já estava esperando um post sobre esse jogo desde quando mandei um e-mail para o blog o sugerindo.:)
    Muito bom. 😉

    1. Vc ainda tá na esperança de DNF? tsc tsc…
      Ok, trocentas linhas de conversa, criação de personagem cheio de aditivo tarja preta, algumas formas de matar… e novidade, tem não?
      Não estou tão empolgado para jogar Brink tanto quanto estava para jogar Bulletstorm: aquilo sim foi revolucionário! Brink é qq jogo de tiro com mais cosmeticos q a maioria, nada de novo propriamente dito…

  6. E eu achando q ia ser o único a não se impressionar com Brink, achei Bulletstorm divertido, mas esse BRink… fazia tempo q eu não esperava tão pouco d um jogo.

  7. Meninas, rapidinho, eu sei q não tem nada a ver com o assunto do tópico, mas eu tinha q mostrar isso pra vcs. Olha o vídeo absurdamente incrível e surreal q eu achei no youtube: um cara q termina Zelda Ocarina of Time em 1:16:54! Tô embasbacado aqui vendo o cara pular igual um ninja, fugir da vila sem salvar a árvore (coisa q eu achava ser impossível), isso com uns 6 minutos de jogo! Confiram aí se quiserem, é muito inacreditável!

  8. Realmente lembra um pouco o Team Fortress,só que com gráficos menos “cartoonizados” e a jogabilidade 1st person parkour do Mirror’s Edge.Tomara que saia logo a DEMO.

    “45 formas de morrer (Oh Hell Yes!)”OPA,adorei essa parte =D

  9. Adorei a caracterização dos personagens! É, o jogo possui uma proposta muito interessante, tomara que quando jogando ele seja realmente tão divertido quanto parece ser no trailer.

    Agora uma coisa que me incomoda um pouco é que quase não existem personagens femininos nestes jogos. Na boa, isso tem que começar a mudar. Seria muito divertido ter a possibilidade de compor personagens femininos com esta caracterização que o jogo traz e dentro destas possibilidades criativas que estão dizendo.

  10. Hah, poisé.
    Eu nem sou muito fã de FPS, mas Bulletstorm é um jogo que me atraiu mesmo!
    Assim que der, eu vou comprar e jogar o/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s